2 Crônicas‎ > ‎

2 Crônicas 31

1 Quando a festa acabou, os israelitas saíram pelas cidades de Judá e despedaçaram as pedras sagradas e derrubaram os postes sagrados. Eles des­truíram os altares idólatras em todo o Judá e Benjamim, e em Efra­im e Manassés. Depois de destruírem tudo, voltaram para as suas cidades, cada um para a sua propriedade.

Contribuições para o culto

2 Ezequias designou os sacerdotes e os levitas por turnos, cada um de acordo com os seus deveres, para apresentarem holocaustos e sacrifícios de comunhão, ministrarem, darem graças e cantarem louvores junto às portas da habitação do Senhor.
3 O rei contribuía com seus bens pessoais para os holocaustos da manhã e da tarde e para os holocaustos dos sábados, das luas novas e das festas fixas, conforme o que está escrito na Lei do Senhor.
4 Ele ordenou ao povo de Jerusalém que desse aos sacerdotes e aos levitas a porção que lhes era devida a fim de que pudessem dedicar-se à Lei do Senhor.
5 Assim que se divulgou essa ordem, os israelitas deram com generosidade o melhor do trigo, do vinho, do óleo, do mel e de tudo o que os campos produziam. Trou­xeram o dízimo de tudo. Era uma gran­de quan­tidade.
6 Os habitantes de Israel e de Judá que viviam nas cidades de Judá tam­bém trouxeram o dízimo de todos os seus rebanhos e das coisas sagradas dedicadas ao Senhor, o seu Deus, ajuntando-os em muitas pilhas.
7 Co­meçaram a fazer isso no terceiro mês e terminaram no sétimo.
8 Quando Ezequias e os seus oficiais chegaram e viram as pilhas de ofer­tas, louvaram o Senhor e abençoaram Israel, o seu povo.
9 Ezequias perguntou aos sacerdotes e aos levitas sobre essas ofertas;
10 o sumo sacerdote Azarias, da família de Zadoque, respondeu: "Des­de que o povo começou a trazer suas contribuições ao templo do Senhor, temos tido o suficiente para comer e ainda tem sobrado muito, pois o Senhor tem abençoado o seu povo, e esta é a grande quantidade que sobra".
11 Ezequias ordenou que preparassem despensas no templo do Senhor, e assim foi feito.
12 Então recolheram fielmente as contribuições, os dízimos e os presentes dedicados. O levita Conanias foi encarregado desses deveres, e seu irmão Simei era o seu auxiliar.
13 Jeiel, Aza­zias, Naate, Asael, Jeremote, Jozabade, Eliel, Ismaquias, Maate e Benaia eram supervisores, subordinados a ­Conanias e ao seu irmão Simei, por nomeação do rei Ezequias e de Aza­rias, o oficial encarregado do templo de Deus.
14 Coré, filho do levita Imna, guarda da porta leste, foi encarregado das ofertas voluntárias feitas a Deus, distribuindo as contribuições dedicadas ao Senhor e as ofertas santíssimas.
15 Sob o comando dele estavam Éden, Miniamim, Jesua, Semaías, Ama­rias e Secanias, que, nas cidades dos sacerdotes, com toda a fidelidade distribuíam ofertas aos seus colegas sacerdotes de acor­do com seus turnos, tanto aos idosos quanto aos jovens.
16 Eles as distribuíam aos homens e aos meninos de três anos para cima, cujos nomes estavam nos registros genealógicos, e também a todos os que entravam no templo do Senhor para realizar suas várias tarefas diárias, de acor­do com suas responsabilidades e seus turnos.
17 Os registros genealógicos dos sacerdotes eram feitos segundo suas famílias; o dos levitas com mais de vinte anos, de acor­do com suas responsabilidades e seus turnos.
18 O re­gistro incluía todos os filhos pequenos, as mulheres e os filhos e as filhas de todo o grupo, pois os sacerdotes e os levitas haviam sido fiéis em se con­sagrarem.
19 Entre os sacerdotes, descendentes de Arão, que viviam nas terras de pastagem ao redor de suas cidades, foram nomeados alguns deles, de cidade em cidade, para distribuírem as ofertas ­a todos os sacerdotes e a todos os que estavam registrados nas genealogias dos levitas.
20 Foi isso que Ezequias fez em todo o reino de Judá. Ele fez o que era bom e certo, e em tudo foi fiel diante do Senhor, do seu Deus.
21 Em tudo o que ele empreendeu no serviço do templo de Deus e na obediência à lei e aos mandamentos, ele buscou o seu Deus e trabalhou de todo o coração; e por isso prosperou.